quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Coordenação Motora




terça-feira, 25 de setembro de 2012

Material Adaptado

















sábado, 22 de setembro de 2012

Atividades de inclusão NEE / Socialização


1. Oferecer ao aluno com limitações o maior número possível de informações sobre o assunto que está em discussão para que ele não fique deslocado. Não falar de costas para o aluno, nem quando estiver a rir ou comer, isso impossibilitará que ele o compreenda.

2. Não gritar o nome do aluno com limitações no meio do pátio, corredor ou sala de aula, por qualquer motivo que seja. Ele poderá não ouvi-lo dependendo da distância e sofrerá constrangimento.

3. Não deixar que passe por situações embaraçosas quando junto de outros colegas: orientar os demais alunos da escola a respeitarem as suas limitações. 

4. No horário de recreio não permitir que o aluno com limitações fique próximo do refeitório da escola, utilizando-se da sua deficiência para ganhar lanches gratuitamente pela compaixão dos colegas.

 5. Não deixar que o aluno fique isolado dos pares durante o recreio e em outras atividades.

 6. Faça com os seus alunos o jogo do saco: coloque um objecto num saco de pano, vende os olhos de quem vai adivinhar o conteúdo do saco. Com essa atividade todos vão compreender melhor a necessidade que a criança deficit visual (DV) tem de tocar o que está á sua volta. 

7. Geralmente, alunos autistas têm uma certa resistência em entrar na sala de aula, muitas vezes fica num ambiente fora da sala de aula. Para aproximá-lo do grupo pode organizar uma aula perto dele, no ambiente escolar onde costuma ficar.

 8. Se surgir a ideia de uma brincadeira - por ex. corrida do saco (crianças correndo dentro do saco) - e tem na turma um aluno que não ande, não pergunte se quer ou não participar na atividade antes que ele se pronuncie. Caso os outros alunos questionem diga-lhes que ele vai resolver como participar na brincadeira. Caso a conclusão seja que a criança não pode ou não quer participar, diga-lhes se essa é ou não uma boa brincadeira, já que naquele momento nem todos podem participar.

 9. Para ajudar os alunos a desmistificar as NEE e respeitar as limitações dos outros, pode propor atividades como: Desenhar e escrever com os pés, com a boca, com o lápis debaixo do braço, com a mão contrária aquela que os alunos têm habilidade;Saltar à corda só com um pé;Ver um filme sem som e depois descrever o que se entendeu; Ler um texto escrito de trás para a frente;Com uma venda nos olhos, descobrir a forma de objetos, fazer uma refeição, movimentar-se na sala de aula.

10. Um outro passo importante é agrupar os alunos na maioria das atividades desenvolvidas. O trabalho conjunto incentiva a cooperação, a construção do espírito solidário e a troca de conhecimentos. Não importa que o aluno, em alguns momentos, copie o outro. O que vai impedir que faça isso em todos os momentos é o facto do professor elaborar atividades cujo desempenho seja obrigatoriamente diferente.
fonte:http://gigi-amancio.blogspot.com.br

Deficiência Intelectual



1. Ofereça sempre ao aluno com deficiência intelectual (DI) o mesmo que oferece aos outros. Não se esqueça que a sua escrita, os seus desenhos, as suas realizações, muitas vezes apresentadas por garatujas, objetos sem forma, têm valor social e não linguístico ou figurativo. por isso, se os outros alunos vão ao quadro fazer uma tarefa, chame-o também. Dê-lhe todos o material utilizado na escola - cadernos, livros, estojos, tesoura, etc.

 2. Para garantir sempre a participação do aluno com DI nas atividades consideradas muito elevadas para o seu grau cognitivo, busque embutir nelas algum elemento que lhe chame a atenção. Por ex. no quadro registe com cores diferentes as operações de expressão matemática complexa. Faça desenhos para ilustrar os textos, enfeite o quadro com molduras de flores, letras, números, bonecos. Todos esses elementos contribuem para chamar a atenção dos alunos.

 3. Faça um portfólio do aluno com DI, vá colocando numa pasta tudo o que ele produzir durante o ano. No final poderá ter uma visão mais detalhada do seu processo de evolução e, dessa forma, dar continuidade ao trabalho com maior segurança. Esse procedimento também contribui para a avaliação da família e muitas vezes dele próprio. Ao observar os seus trabalhos, o aluno com DI pode vir a construir um conceito de continuidade ou visão de si mesmo. 

4. Procure proporcionar ao aluno com DI tantas tarefas quantas forem dadas aos outros. Por ex. quando precisar mandar recados a outro professor ou à secretaria da escola, peça-lhe que o faça. Nesse caso é preciso que todos os alunos e funcionários estejam avisados de que ele poderá ter essa incumbência e, portanto, circular livremente pela escola. 

5. Criar ambiente de aula que favoreçam a aprendizagem, tais como atelier, cantinhos, oficinas, etc. 

6. Promover o desenvolvimento de atividades adaptativas: sociais, de comunicação, cuidado pessoal e autonomia.
fonte: http://gigi-amancio.blogspot.com.br/

SUGESTÕES DE MATERIAIS ADAPTADOS PARA MELHOR ATENDER OS ANEES:



Crianças que apresentam comprometimentos motores
 relacionados à preensão e coordenação poderão adquirir 
maior grau de independência com a utilização de algumas
 adaptações nos utensílios usados para alimentação e higiene. 
Algumas adaptações básicas de material de uso diário
 são importantes:
· bandejas ou tábuas com recortes para copos e pratos
 que podem ser presos sobre a mesa com ventosas ou 
outro sistema de fixação, evitando que escorreguem ou 
caiam, sendo indicado especialmente para
 crianças com incoordenação olho-mão-mão-boca;
· pratos com ventosas, com bordas altas, que permitem
 a fixação na mesa ou bandeja, impedindo que a comida
 se espalhe, indicado para crianças com incoordenação
 motora manual;

· copos adaptados com bases mais pesadas,
 indicadas para inibição dos movimento sinvoluntários;
· copos com duas alças para favorecer a simetria 
dos membros superiores e coordenação bimanual;
· copos com bordas recortadas, para evitar a extensão
 da cabeça e probabilidade de aspiração;
· talheres, pentes e escovas de dente adaptados
 quanto ao tamanho, tipos e angulações, com
engrossamento de cabos revestidos de espuma,
 e epóxi ou outros materiais, permitindo melhorar 
preensão. As angulações proporcionam melhor 
desempenho motor em relação à coordenação 
mão-boca, em casos de desvios ulnares;
· lápis com diâmetro engrossado por várias camadas
 de fita crepe, argila, espuma, massa do tipo epóxi ou 
outro material;
· evitar o uso de cadernos para a realização de atividades
 da criança, porque não podem ser bem fixados, e também
 pela diferença de altura com relação à mesa ou carteira;
· para o traçado ou execução de atividades da criança,
 usar papel maior que o sulfitepadronizado, que é do
 tamanho A4. Pode-se usar o papel manilha, popularmente
 conhecido como
 papel de embrulho, que é encontrado em lojas de 
armarinho, de tecidos, papelarias e armazéns, e pode ser
 em rolo; folhas de sulfite de tamanho A1, ou outro tipo de 
papel que poderá ser adaptado para esse fim;
· o papel deverá estar preso nas quatro pontas com fita
 crepe larga com grande capacidade de aderência para 
suportar os movimentos de traçado da criança;
· as atividades preparadas pelo professor deverão ter 
traçado grosso feito com pincel atômico em tamanho
 grande para melhor visualização, percepção e entendimento
 da criança;
· o traçado de desenhos, letras e números deverá ser feito na
 cor preta, em papel de fundo branco ou da cor gelo;
· os desenhos apresentados nas diversas atividades deverão
 ter contorno grosso, ser simples, com poucos elementos e 
sem detalhes, para que sua visualização identificação ou
 reconhecimento fiquem mais acessíveis para a criança;
· para melhor percepção pela criança, as figuras geométricas, 
processo inicial de manipulação (em tamanho grande e de 
preferência de madeira) deverão ser revestidos com lixa na
 face principal. Na manipulação, resultados melhores são 
alcançados quando o professor orienta, passo a passo, quais
 os movimentos que a criança deve seguir para perceber e 
construir a idéia do objeto pesquisado;
· os primeiros exercícios de percepção do traçado no papel
 poderão apresentar melhoresresultados se, por baixo da
 folha que a criança estiver usando, for colocada uma folha 
de lixa de madeira, iniciando-se pela mais grossa e áspera e ir
 gradualmente trocando-a por outras mais finas.
É importante ressaltar que cada fase em que se objetiva
 estimular os diferentes tipos de percepção do aluno tem um 
ritmo e tempo próprios, devendo-se considerar 
especialmente as características de cada criança.
 O professor deverá estar atento ao momento em que foi 
superado um desafio, para só então provocar outro;
· assim como as folhas de atividades deverão ser presas nos 
quatro cantos com fita crepe, no caso do uso de caderno, 
o mesmo procedimento precisa ser tomado;
· é importante para a criança explorar e vivenciar 
concretamente todo tipo de percepção com o próprio corpo,
 com o professor fazendo o movimento com ela quando existe
 a impossibilidade de fazê-lo sozinha, contribuindo para 
formar suas estruturas mentais básicas para a aprendizagem;
· as atividades com papel deverão ser poucas e
 organizadas, de forma que facilitem a visualização, 
compreensão e execução da criança;
· alguns alunos poderão encontrar maior facilidade visual e 
de organização se o material (folha, caderno, livro, etc.) for 
colocado sobre a prancha elevatória que aproxima e permite 
melhor visualização e manipulação para execução do aluno;
· quando a criança se encontrar na fase de construção da 
escrita, as linhas das folhas deverão ser feitas com pincel 
atômico e com espaço entre linhas de acordo com o tamanho 
da letra que ela produz. Muito lentamente, à medida que 
adquire maior compreensão do espaço para escrita e 
segurança no traçado, o espaço entre linhas poderá ser 
diminuído gradativamente. Somente quando ela dominar o 
novo espaço poder-se-á introduzir um novo desafio;
· para a criança que apresenta dificuldade de percepção 
espacial (quando não consegue encontrar determinada letra 
no meio de outras, perdendo-se e frustrando-se) o professor 
poderá providenciar uma tira de cartolina ou papel cartão 
nas cores branca ou preta, onde fará uma "janela" que é um 
buraco de forma retangular de tamanho suficiente para 
destacar a letra ou número em questão. O professor colocará 
a janela sobre o papel onde se encontram as letras 
deslizando-a sobre elas, uma a uma, até que a letra seja 
localizada e reconhecida pela criança;
· quando a criança apresenta dificuldades motoras 
acentuadas que a impedem de fazer uso da comunicação 
escrita (quando não consegue escrever), deverá ser 
valorizada e estimulada a sua comunicação oral;
· no que diz respeito ao melhor posicionamento na sala de 
aula para as diversas atividades e às adaptações ou 
confecções de mobiliário específico, a responsabilidade cabe 
à equipe de apoio e, particularmente, ao fisioterapeuta e 
terapeuta ocupacional.
Proposta de experiências a serem proporcionadas ao 
ANEE

a. Representação criativa:
· Reconhecimento de objetos pela visão, toque, gosto e 
cheiro.
· Imitação de ações e sons.
· Associação de modelos, figuras e fotografias a fatos ou 
coisas reais.
· Imitação e dramatização.
· Construção com blocos ou outros materiais a partir da 
observação de um modelo.
· Desenhar e pintar.

b. Linguagem e literatura:
· Exploração de livros de pano ou plástico ricos em cores e 
texturas.
· Expressar pela fala, ou outras formas de comunicação e 
expressão artística, suas experiências
pessoais.
· Descrição de objetos, fatos e suas relações.
· Uso prazeroso da linguagem: ouvir histórias e versinhos, 
fazer histórias e rimas.

c. Iniciativa e relações sociais:
· Participar de jogos e brincadeiras nas quais gestos 
imitativos e interativos sejam estimulados
como em cantigas folclóricas acompanhadas de movimentos 
combinados.
· Fazer e expressar escolhas, planejamentos e decisões.
· Solução de problemas em brincadeiras.
· Cuidados com seu próprio corpo.
· Expressão de sentimentos.
· Participação em rotinas de grupos.
· Ser sensível aos sentimentos, interesses e necessidades dos outros.
· Construir relações com crianças e adultos.

d. Movimento:
· Movimento não locomotor (sem sair do lugar dobrar, torcer, 
balançar, sacudir, tremer o corpo,
girar os braços etc.).
· Movimento locomotor (arrastar, rolar, correr, pular, saltar, 
passar por cima de obstáculos,
marchar, escalar etc.).
· Mover-se com objetos (velotrol, bicicleta, caixas de papelão
 que são arrastadas com a criança
dentro etc.).
· Expressão de criatividade no movimento.
· Descrição do movimento.
· Representação de movimentos direcionais.
· Percepção e marcação de ritmos com o corpo sem 
deslocamento.
· Movimento de deslocamento do corpo em seqüência à 
apresentação de ritmo.
e. Música:
· Movimento de acordo com a música.
· Exploração e identificação de sons.
· Exploração de músicas cantadas.
· Desenvolvimento de melodias.
· Execução de instrumentos musicais simples.

f. Classificação:
· Exploração e descrição de similaridades, diferenças e as 
características dos objetos.
· Distinção e descrição de formas.
· Classificação e emparelhamento de objetos.
· Uso e descrição de algum objeto de várias formas.

g. Seriação:
· Comparação de atributos (grande e pequeno, pesado e leve 
etc.).
· Arranjo de objetos, um após o outro, em uma série ou em 
padrões, e descrição dessas relações
(bloco azul - bloco vermelho ­ azul - vermelho etc.).
· Troca de um arranjo de objetos ordenados por outro tipo de 
objeto por meio de tentativa e erro
(trocar uma série de copos em três tamanhos diferentes por 
uma série de bonecas também em três
tamanhos diferentes).

h. Números:
· Contagem de objetos.
· Arranjo de dois conjuntos de objetos fazendo 
correspondência um a um.
· Comparação de dois conjuntos de objetos para determinar 
qual tem mais, menos, ou o mesmo número.

i. Espaço:
· Preenchimento e esvaziamento de recipientes.
· Arranjo de objetos juntos e separados.
· Mudança da forma e arranjo dos objetos (embrulhar, torcer, 
esticar, empilhar, guardar dentro de
uma caixa etc.).
· Observação de pessoas, lugares e coisas de diferentes 
pontos de vista espacial.
· Experimentação e descrição de posições, direções e 
distâncias no parquinho, escola e
vizinhança.
· Interpretação de relações espaciais em desenhos, figuras e 
fotografias.

j. Tempo:
· Início e fim de uma ação em resposta a um sinal combinado.
· Experimentação e descrição de velocidades diferentes de 
movimento.
· Experimentação e comparação de intervalos de tempo.
· Antecipação, memorização e descrição de seqüências de 
eventos.

Sugestões de brinquedos de acordo com as etapas de 
desenvolvimento/ Alunos ANEEs:
ESTIMULAÇÕES:
· Móbiles com tampas coloridas de vasilhames, papel 
colorido e brilhoso
· Chocalhos: recipientes plásticos com objetos coloridos 
dentro
· Luvas revestidas de diferentes materiais para estimulação 
tátil

· Guizos
· Lanterna
· Cubos de espuma
· Chocalhos musicais
· Sino
· Móbiles que produzam algum som ou movimento especial 
quando tocados pelos pés ou mãos
dos bebês
· Rolo de toalha
· Espelho
· Instrumentos sonoros de materiais diversos
· Caixa com brinquedos atraentes
· Caixa com cubos
· Bolas de vários tamanhos
· Copos e garrafas de vários tamanhos para colocar e retirar 
objetos
· Jogo de esconde-esconde
· Brinquedos de borracha que fazem barulho quando são 
pressionados
· Balões
· Tocos de madeira e copos
· Caixa com materiais de diversas texturas
· Espelho
· Túnel
· Tubos para empilhar e encaixar
· Cubos de madeira para empilhar
· Carrinho com barbante para puxar
· Bolas
· Fantoches
· Espelho
· Livros de plástico ou de tecido com texturas variadas para 
estimulação tátil
· Cordão com contas (Nota 3: O tamanho dos brinquedos 
deve atender às normas de segurança.)
para trabalhar movimento de pinça
· Latas com orifício para colocar dentro botões grandes
· Tubos para encaixe de argolas
· Encaixe de pinos e figuras geométricas (círculo e quadrado)
· Massa de modelar comestível
· Toquinhos de madeira de vários tamanhos e cores para 
construção
· Livros com figuras grandes e coloridas
· Pintura a dedo
· Desenho livre
· Revistas para folhear
· Desenhos no chão para serem seguidos
· Bonecos grandes
· Caixas, latas e vidros para serem tampados e destampados.
· Papel para rasgar
· Instrumentos musicais
· Contas para enfiar
· Roupas com botões grandes e velcro
· Fantasias
· Ambiente com obstáculos para estimular trajetórias 
diferentes de movimento para alcançar
brinquedos
· Equipamentos de som com botões fáceis de serem 
acionados para ouvir música
· Triciclo
· Livros com palavras indicando o nome de objetos
· Contagem de objetos
· Blocos para construção
· Teatrinhos para fantoches
· Amarelinha
· Circuitos de atividades
· Cantigas de roda
· Bicicleta


Este material riquissimo eu encontrei  no link abaixo
http://salamultiespecialdaandrea.blogspot.com.br/2012/05/estudo-de-caso-e-montagem-de-plano-de.html

BAILANDO PARA CRISTO feito por Monoludica

Pesquisar este blog

Momento MONOLUDICA

Frases sobre Educação


"A educação é aquilo que sobrevive depois que tudo o que aprendemos foi esquecido." (Burruhs Frederic Skinner)


"Educar a inteligência é dilatar o horizonte dos seus desejos e das suas necessidades." (James Russell Lowell)


"A boa educação é moeda de ouro, em toda parte tem valor." (Padre Antônio Vieira)


"A única coisa que interfere com meu aprendizado é a minha educação." (Albert Eisntein)



"Educar é crescer. E crescer é viver. Educação é, assim, vida no sentido mais autêntico da palavra". (Anísio Teixeira)


"O grande segredo da educação pública de hoje é sua incapacidade de distinguir conhecimento e sabedoria. Forma a mente e despreza o caráter e o coração. As conseqüências são estas que se vê." (Theodore Palmquistes)


"A verdadeira educação consiste em pôr a descoberto ou fazer atualizar o melhor de uma pessoa. Que livro melhor que o livro da humanidade?" (Mahatma Gandhi)


"Educai as crianças, para que não seja necessário punir os adultos." (Pitágoras)


"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." (Jean Piaget)


"Educação é aquilo que revela ao sábio, e disfarça do tolo, sua falta de entendimento." (Ambrose Bierce)



"O verdadeiro órfão é aquele que não recebeu educação." (Etienne Bonnot de Condillac)


"O grande segredo da educação consiste em orientar a vaidade para os objetivos certos." (Adam Smith)


"A educação inicia o cavalheiro; a conversação completa-o." (Thomas Fulle)


"A educação é o maior e mais difícil problema imposto ao homem." (Immanuel Kant)


"Não se pode falar de educação sem amor". (Paulo Freire)


"Todas as crianças deveriam ter direito à escola, mas para aprender devem estar bem nutridas. Sem a preparação do ser humano, não há desenvolvimento. A violência é fruto da falta de educação." (Leonel Brizola)


"Educar mal um homem é dissipar capitais e preparar dores e perdas à sociedade." (Voltaire)



"Nascemos príncipes. A educação faz de nós sapos." (Eric Berne)


"Educação nunca foi despesa. Sempre foi investimento com retorno garantido." (Arthur Lewis)


"Se você acha que a educação é cara, tenha a coragem de experimentar a ignorância." (Derek Bok)


"A educação, no sentido em que a entendo, pode ser definida como a formação, por meio da instrução, de certos hábitos mentais e de certa perspectiva em relação à vida e ao mundo. Resta indagar de nós mesmos,



que hábitos mentais e que gênero de perspectiva pode-se esperar como resultado da instrução?



Um vez respondida essa questão, podemos tentar decidir com o que a ciência pode contribuir para a formação dos hábitos e da perspectiva que desejamos." (Bertrand Russell)


"A felicidade dos povos e a tranquilidade dos Estados dependem da boa educação da juventude." (Emilio Castelar)



"O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele." (Immanuel Kant)



"A educação é para a alma o que é a escultura para o bloco de mármore."(Joseph Addison)



"Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda." (Paulo Freire)



"Os filhos tornam-se para os pais, segundo a educação que recebem, uma recompensa ou um castigo." (J. Petit Senn)


"Educar es depositar en cada hombre toda la obra humana que le ha antecedido." (José Martí)


"O importante da educação não é apenas formar um mercado de trabalho, mas formar uma nação, com gente capaz de pensar." (José Arthur Giannotti)



"A educação é o processo pelo qual o indivíduo desenvolve a condição humana, com todos os seus poderes funcionando com harmonia e completa, em relação


à natureza e à sociedade. Além do mais, era o mesmo processo pelo qual a humanidade, como um todo, se elevando do plano animal e continuaria a se desenvolver até sua condição atual. Implica tanto a evolução individual quanto a universal." (Friedrich Froebel)


"O importante da educação não é o conhecimento dos fatos, mas dos valores." (Dean William R. Inge)



"Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda." (Paulo Freire)



"A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo." (Nelson Mandela)


Ensinar é...

" um exercício de imortalidade.
De alguma forma continuamos a viver
naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo
pela magia das nossas palavras.
O professor assim, não morre jamais."
Rubem Alves

"Se você acha que a educação é cara, tenha a coragem de experimentar a ignorância." ( Derek Bok )

"Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda." ( Paulo Freire )

"Os filhos tornam-se para os pais, segundo a educação que recebem, uma recompensa ou um castigo. " ( J. Petit Senn )

"O verdadeiro órfão é aquele que não recebeu educação." ( Etienne Bonnot de Condillac )

"O importante da educação não é o conhecimento dos fatos, mas dos valores. " ( Dean William R. Inge )

"O importante da educação não é apenas formar um mercado de trabalho, mas formar uma nação, com gente capaz de pensar. " ( José Arthur Giannotti )

"O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele." ( Immanuel Kant )

"O grande segredo da educação pública de hoje é sua incapacidade de distinguir conhecimento e sabedoria. Forma a mente e despreza o caráter e o coração. As conseqüências são estas que se vê. " ( Theodore Palmquistes )

"O grande segredo da educação consiste em orientar a vaidade para os objetivos certos." ( Adam Smith )

"Nascemos príncipes. A educação faz de nós sapos." ( Eric Berne )

"Não se pode falar de educação sem amor. " ( Paulo Freire )

"Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda. " ( Paulo Freire )

"Educar mal um homem é dissipar capitais e preparar dores e perdas à sociedade. " ( Voltaire )


"Educar es depositar en cada hombre toda la obra humana que le ha antecedido." ( José Martí )

"Educar é crescer. E crescer é viver. Educação é, assim, vida no sentido mais autêntico da palavra. " ( Anísio Teixeira )


"Educar a inteligência é dilatar o horizonte dos seus desejos e das suas necessidades." ( James Russell Lowell )

"Educai as crianças, para que não seja necessário punir os adultos." ( Pitágoras )

"Educação nunca foi despesa. Sempre foi investimento com retorno garantido. " ( Arthur Lewis )

"Educação é o que resta depois de ter esquecido tudo que se aprendeu na escola." ( Albert Einstein )

"Educação é aquilo que revela ao sábio, e disfarça do tolo, sua falta de entendimento. " ( Ambrose Bierce )

"A verdadeira educação consiste em pôr a descoberto ou fazer atualizar o melhor de uma pessoa. Que livro melhor que o livro da humanidade?" ( Mahatma Gandhi )


"A única coisa que interfere com meu aprendizado é a minha educação." ( Albert Einstein



"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." ( Jean Piaget )

"A felicidade dos povos e a tranquilidade dos Estados dependem da boa educação da juventude." ( Emilio Castelar y Ripoll )

"A educação, no sentido em que a entendo, pode ser definida como a formação, por meio da instrução, de certos hábitos mentais e de certa perspectiva em relação à vida e ao mundo. Resta indagar de nós mesmos, que hábitos mentais e que gênero de perspectiva pode-se esperar como resultado da instrução? Um vez respondida essa questão, podemos tentar decidir com o que a ciência pode contribuir para a formação dos hábitos e da perspectiva que desejamos." ( Bertrand Russell )


"A educação inicia o cavalheiro; a conversação completa-o. " ( Thomas Fuller )

"A educação é o processo pelo qual o indivíduo desenvolve a condição humana, com todos os seus poderes funcionando com harmonia e completa, em relação à natureza e à sociedade. Além do mais, era o mesmo processo pelo qual a humanidade, como um todo, se elevando do plano animal e continuaria a se desenvolver até sua condição atual. Implica tanto a evolução individual quanto a universal." ( Friedrich Froebel )

"A educação é o maior e mais difícil problema imposto ao homem." ( Immanuel Kant )

"A educação é aquilo que sobrevive depois que tudo o que aprendemos foi esquecido." ( Burruhs Frederic Skinner )


"A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo. " ( Nelson Mandela )


"A boa educação é moeda de ouro, em toda parte tem valor." ( Padre Antônio Vieira )


fonte:http://www.luanovaeducacao.blogspot.com/

Recursos Pedagogicos Adaptados


"Há escolas que são gaiolas
e há escolas que são asas. .. "
Rubem Alves

Oficina Monoludica

UM SORRISO

UM SORRISO

Oficinas Monoludica

PENSAMENTOS

"O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis."



" O nascimento do pensamento é igual ao nascimento de uma criança: tudo começa com um ato de amor. Uma semente há de ser depositada no ventre vazio. E a semente do pensamento é o sonho. Por isso os educadores, antes de serem especialistas em ferramentas do saber, deveriam ser especialistas em amor: intérpretes de sonhos."( Rubem Alves )

"As crianças têm uma sensibilidade enorme para perceber que a professora faz exatamente o contrário do que diz".( Paulo Freire )


De que adiantará um discurso sobre a alegria se o professor for um triste?"
( Artur da Távolla )



"Brincar com as crianças não é perder tempo, é ganhá-lo, se é triste ver meninos sem escola, mais triste ainda é vê-los sentados enfileirados, em salas sem ar, com exercícios estéreis, sem valor para a formação do homem.”
Carlos Drummond de Andrade



Nós mesmos sentimos que o que fazemos é uma gota no oceano.
Mas o oceano seria menor se essa gota não existisse."
(Madre Teresa de Calcutá )

BRINCAR É COISA SÉRIA

BRINCAR É COISA SÉRIA